Como Escolher Quais Doces Vender ao Começar um Negócio de Confeitaria?

RECEBA NOVOS CONTEÚDOS DE MARKETING PARA CONFEITARIA
Entre para a lista VIP e receba lições e estratégias de Marketing e Vendas para crescer sua confeitaria direto no seu e-mail!

Frequentemente recebo a seguinte pergunta de pessoas que querem começar a vender doces: Quais doces vender para ganhar dinheiro?

Se você quer entrar no mundo dos doces, possivelmente tem alguma habilidade culinária e quer explorar isso para construir algo que te de orgulho.

E isso é ótimo!

O primeiro passo então seria justamente descobrir quais doces você vai vender, certo?

Errado!

Infelizmente começar um negócio de doces de sucesso em casa (digo em casa porque a maioria começa assim e é a maneira mais fácil e barata de se começar), não é simplesmente pegar um livro de receitas, produzir e sair vendendo.

Quem dera fosse só isso!

Quero adiantar que neste artigo eu não vou sugerir receitas, mas sim te mostrar o que você deve levar em conta quando for escolher o doce que vai dar início ao seu negócio.

Você até pode pular todas as etapas que eu mostrar aqui e sair fazendo brigadeiros ou salgados sem nenhum planejamento e rezar pelo melhor…

Mas isso não vai te garantir sucesso.

O que vai garantir seu sucesso vem antes mesmo do doce que você produzir.

E é exatamente sobre isso que vou falar aqui. Esse artigo é sobre como criar um negócio sustentável.

Antes de escolher quais doces vender, você precisa saber isso:

Se você está lendo esse artigo, com certeza quer acertar na escolha de um bom produto para começar.

Mas para isso acontecer, antes de definir qual doce vender, você vai precisar fazer o exercício de “olhar para fora“:

  • Olhar para o mercado da sua região e identificar quem vende o que (concorrentes e produtos ofertados);
  • Olhar para o mercado da sua região e identificar quem quer comprar o que (público-alvo e produtos desejados).

Explico mais sobre como identificar seu cliente neste artigo.

Certo, você estudou o mercado da confeitaria como um todo e encontrou algumas informações legais, por exemplo:

Descobriu que existem empresas que:

  • Fazem cupcakes personalizados sob encomenda;
  • Doceiras especializadas só em cookies;
  • Pessoas que fazem de tudo um pouco – de doces a salgados;
  • Várias boleiras profissionais;
  • Confeiteiras trabalhando só com brigadeiros gourmet para redistribuição;
  • E também vários outros tipos de profissionais…

Mas e você, qual ou quais produtos vai vender?

Agora que você já “mapeou o terreno”, será a hora de enfim definir qual vai ser o seu produto inicial?

De repente você já tem experiência em um produto específico e tem certeza que vai dar certo…

Cresceu fazendo bolos e tortas ou quem sabe conhece uma receita secreta de brownie que com certeza vai vender…

Na verdade isso ainda não importa!

Porque agora é hora de analisar as possibilidades.

Então guarde a batedeira e as panelas, porque ainda vamos analisar alguns pontos, antes mesmo de comprar qualquer material.

possibilidades para escolher quais doces vender
Pegue um cupcake, um café e coloque tudo no papel. Foto por Lonely Planet on Unsplash

1. Existe demanda pelo doce que pretende fazer?

Tendo em mente o seu mercado e público-alvo, como eu comentei antes e responda essas perguntas:

  • “O que meus clientes em potencial querem?”
  • “Existe algum problema que posso resolver com meus doces (como a falta de opções para pessoas diabéticas)?”
  • “Será que eles querem uma alternativa sem glúten, doces sem açúcar, montagem diferenciada?”
  • “Será que se eu produzir um doce assim eles comprariam?”
  • Tem alguém vendendo esse aqui na região?” (Se não tiver ninguém, das duas uma: Pode ser que não tenha mercado ou pode ser que tenha uma mina de ouro te esperando).

Se você não conseguir definir que existe uma demanda para o seu produto, é melhor pensar em uma outra opção e deixar essa receita na reserva…

Deixe para um futuro que você não dependa da exclusivamente de um produto para fazer dinheiro, você vai me agradecer depois.

Lembre-se: No início você deve focar em poucos produtos que vendem, ou até mesmo apenas 1. Nesse momento, menos é mais.

Não tente abraçar o mundo e fazer de tudo um pouco para agradar a todos. Tenha foco!

Você não vai querer fazer uma fornada do seu “brownie funcional fit diet vegano secreto” para só depois descobrir que ninguém quer esse tipo de produto na sua cidade, não é mesmo?

dicas de quais doces vender - estudar mercado
“Não aguento mais comer os doces que ninguém quis comprar…” Fonte: alltreatment.com

2. Qual o custo para produzir esse doce?

É importante lembrar que, na maioria das vezes, a lucratividade de um negócio de doces é baseada na margem de contribuição dos produtos e em um alto volume de vendas.

Felizmente, a maioria dos doces que produzimos são de baixo custo, não precisam de muita mão de obra e nem grande especialização.

Por isso, pergunta chave aqui é:

Você pode produzir este produto que as pessoas querem, por um preço que eles aceitem pagar e ter lucro com isso?

Lembre-se que todos os meses você vai ter que conseguir vender doces suficientes para alcançar suas metas financeiras todo mês e honrar suas dívidas (aluguel, água, luz…).

Para saber como calcular esses valores, você pode ler este artigo, onde falo justamente sobre isso.

3. Quantas unidades deste doce você consegue produzir por dia?

Eu comecei minha jornada com donuts americanos.

Eles demoravam até 8 horas para ficar prontos (bater a massa, fermentar, fritar e decorar), mas possuíam uma boa margem de lucro.

O problema é que mesmo com altas margens de lucro, eu só conseguia produzir 100 unidades deles por dia com a estrutura que eu tinha.

Isso encarecia minha mão de obra, já que eu levava muito tempo produzindo poucas unidades.

E também limitava as chances de alcançar mais pessoas.

Só que eu sabia que eu tinha uma limitação e precisaria me adaptar a ela. Isso me gerou muita dificuldade em um início que eu dependia disso pra sobreviver.

Portanto, se você está começando, analise o seguinte:

  • Como é seu espaço para produzir esse doce? Você consegue produzir e armazenar?
  • Você tem os equipamentos necessários para produzir esse doce?
  • Com base nos seus custos, quantas unidades você precisa vender para pagar todas as contas?
  • Você vai ter tempo de produzir e vender esse doce?
dicas de quais doces vender: donuts
Lindos e muito lucrativos, mas por precisarem ter espaço e planejamento para produzir podem não ser o ideal para quem está começando. Fonte: freepik

4. Onde e como você vai vender esse doce?

Dependendo do tipo de doce, você vai precisar de uma abordagem específica para ter vendas constantes e diárias.

Se você optar por bolos decorados, obviamente não vai conseguir trabalhar com vendas na rua, mas sim por encomendas.

Se você optar por docinhos, talvez começar vendendo na rua seja o ideal, para depois ir para as encomendas.

Já se você optar por salgados, pode vendê-los congelados ou assados, por encomenda ou vendas diretas.

Enfim, como você pode ver, a escolha do produto muitas vezes determina o tipo de venda e abordagem que você vai ter que adotar.

Doces de consumo imediato (brownie, brigadeiro, cone trufado, trufa, bombom, etc) permitem vendas diárias, mas precisam ser vendidas em quantidade para que você tenha lucro.

Bolos e salgados feitos por encomendas, no início, quando você não tem clientela, não vão te proporcionar vendas diárias, mas por outro lado, te permitem receber mais em uma única venda.

5. Colocar as informações em um papel e definir!

Agora que você já analisou as possibilidades de qual doce vender, finalmente vai escolher um doce que seja viável para a sua realidade sem perder tempo com receitas que nunca dariam certo com o público que você escolheu.

E então, viu como escolher qual doce vender não é tão difícil?

Com um pouco de planejamento e análise, você vai conseguir olhar a sua volta, identificar oportunidades e entender o que pode ser feito.

Isso vai te fazer se sentir muito mais segura de que esta pegando o caminho certo no início.

Assim você evita sentimentos negativos de que está perdida e que não sabe para onde ir, porque você criou um mapa, uma rota.

Pode colocar a mão na massa!

Daniel Souza

Share on facebook
Compartilhe
Share on pinterest
Pinterest
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
Envie no WhatsApp
Share on facebook
Compartilhe
Share on pinterest
Pinterest
Share on twitter
Twitter
Share on email
Envie por E-mail

O que achou do artigo? Comente! :)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça como mais de 4.860 confeiteiras

Entre para a lista VIP e receba gratuitamente lições de Marketing e Vendas direto no seu e-mail!